Os estudiosos acreditam que o Tao Te Ching foi escrito por vários autores. Eu concordo. Ao traduzir esse livro percebi diferenças tão grandes entre a forma e o conteúdo dos capítulos que eles não podem ter sido escritos por uma só pessoa. Sendo assim, a minha versão do Tao Te Ching tem 53 capítulos aos invés dos 81 originais. Esses 53 representam para mim a essência do livro: “Palavras eruditas não são verdadeiras, palavras verdadeiras não são eruditas.” Espero que gostem.

Carlota Papuda