As cinco cores unidas

Cegam e os olhos padecem

Assim como os cinco sons

Todos de vez ensurdecem

Misturar cinco sabores

Não é ideia exemplar

Pois essa combinação

Destrói qualquer paladar

No caçada e no galope

Veloz e desenfreado

Um estraga sua mente

Endoida e vira coitado

Tesouros e coisas raras

Adquiridas com luta

Desviam o ser humano

O levam a má conduta

E é por isso que o sábio

A seu estômago atenta

Refreando os seus olhos

Com pouco ele se contenta