Agarrar o que transborda

É frustração eu não nego

Afiar demais a faca

Faz o corte ficar cego

Um quarto completamente

Preenchido de ouro e jade

Pode ter muito valor

Mas não haverá quem guarde

Quando se torna arrogante

Devido à honra e riqueza

Isso traz dentro de si

A semente da tristeza

Conquistar mérito e fama

E depois se retirar

Esse é do Tao o caminho

Que o sábio quer caminhar.