80

Que haja um pequeno reino

Com seus poucos habitantes

Mesmo tendo o seu exército

Que não o faça operante

Que o povo não tema a morte

Nem deseje viajar

Tendo barcos, carruagens

Que não as queira usar

Tendo armas e armaduras

Fortes e fáceis de armá-las

Que por falta de batalhas

Não tenha onde estoca-las

Então serão muito doces

O seu pão e seus manjares

Serão belas suas roupas

Terão orgulho dos lares

E se os reinos vizinhos

Estiverem bem a vista

Que o som dos galos e cães

Se ouça e ele persista

Que o povo fique velho

E chegue à morte também

Sem desejar se engajar

Num eterno vai e vem.