Por estarem rebaixados

Os rios e os grandes mares

No seu nível inferior

São chamados reis dos vales

Assim o homem sagrado

Aspirando estar acima

Coloca suas palavras

Debaixo e as do povo encima

Aspirando estar a frente

Deve com sua pessoa

Manter-se atrás deles todos

Gente ruim e gente boa

O sábio habita por cima

E o povo não sente o peso

A frente ele se coloca

E o povo não sofre leso

Assim, o mundo se alegra

Em exaltar esse santo

Se alegra sim, sem desgosto

Porque o adora tanto

Como ele não disputa

Com ninguém nem com o mundo

Ninguém disputa com ele

Nem mesmo por um segundo.