A suprema perfeição

Imperfeita se parece

E a sua utilização

Dano nenhum oferece

A suprema abundancia

Se parece até vazia

O seu uso não se esgota

Isso um profeta diria

A suprema retidão

Se parece tortuosa

Assim a suprema arte

Não parece virtuosa

A suprema eloquência

Se parece com gaguejo

Eis um grande paradoxo

E é assim que eu o vejo

Mover-se é que vence o frio

A quietude o calor

Transparência e quietude

São do céu governador