Não tem coração o sábio

Do povo é seu coração

Escutai atentamente

E aprende essa lição

Com quem é bom faço o bem

Com quem não é também faço

Eis da bondade a virtude

Virtude tal qual o aço

Com sinceros sou sincero

Com os falsos sou também

Eis a virtude da honra

Se tem ouvido ouça bem

O homem santo na Terra

Age com sagaz cautela

Vai fundindo os corações

Como o fogo funde a vela

O povo mantem os olhos

E os seus ouvidos nele

Os trata como crianças

Esse é o segredo dele.