Aquele que fala não sabe

Aquele que sabe não fala

O sábio fecha os portões

E a sua boca ele cala

Ele cegará seu corte

E desatará seu nó

Ofuscará o seu brilho

E se iguala até ao pó

Acordo misterioso

Isso assim é bem chamado

Misterioso comum

Isso nunca é revelado

Do ódio ou do bom favor

Ele não pode ser presa

Alcançá-lo não se pode

O injurio ou a riqueza

Não pode ter muitas honras

E também ser rebaixado

Honrado ele é por todos

Por todos ele é amado.